Scalibor Protector Band 4% p/p coleira 48 cm para cão médio e cão pequeno

Scalibor 1 coleira (48 cm)
Imagem Ilustrativa
Coleira para cães de raça média e pequena indicada para a eliminação e prevenção de novas infestações de pulgas durante 4 meses e carraças durante 6 meses, prevenção da picada do mosquito e efeito anti-alimentar em mosquitos adultos durante 6 meses.
7435628
Scalibor Protector Band 4% p/p coleira 48 cm para cão médio e cão pequeno apresenta-se como uma coleira branca de aparência macia com uma fivela de plástico numa das extremidades.
Devido ao efeito repelente da coleira contra flebótomos, a Scalibor Protector Band pode ser utilizada como parte da estratégia de prevenção contra a leishmaniose.
O cesto do cão, cama e zonas de descanso, tais como carpetes e sofás, devem ser tratados com um inseticida adequado e devem se aspirados regularmente.

Titular:
MSD Animal Health Lda.
Edifício Vasco da Gama, 19
Quinta da Fonte, Porto Salvo
2770-192 Paço de Arcos

Número da Autorização de Introdução no Mercado:
388/01/11NFVPT (21 de novembro de 2011)
Substância ativa:
Deltametrina (0,760 g)

Excipientes:
Dióxido de Titânio (E171)
Mistura de Sabão organo Ca-Zn
Óleo de soja epoxidado
Diisooctil Adipato
Trifenil fosfato
Policloreto de vinilo.
Conserve à temperatura ambiente (< 25 ºC), ao abrigo da luz e da humidade
A coleira deverá ser colocada 1 semana antes da entrada do animal em local infestado.
Desenrole a coleira e verifique que não há restos de plástico agarrados à coleira.
Ajuste a coleira à volta do pescoço do cão sem apertar demasiado (como orientação, deve deixar uma folga suficiente de modo a que entre o pescoço e a coleira entrem 2 dedos).
Puxe a coleira pela argola e corte o excesso do comprimento deixando 5 cm depois da fivela.
A coleira deve ser usada continuadamente durante o período de 6 meses e deve ser removida após o período de utilização.
Verifique periodicamente e ajuste se necessário, principalmente quando os cachorros crescem rapidamente.
Não administre a cachorros com menos de 7 semanas de idade.
Não administre a cães com lesões cutâneas significativas.
Não administre em caso de hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes.
Não administre a gatos.
Depois de manipular a coleira, lave as mãos com água fria e sabão.
Não coma, beba ou fume durante a aplicação da coleira.
Não administre o medicamento veterinário em caso de alergia à substância ativa.
Evite que as crianças, em especial com menos de 2 anos, toquem, brinquem com a coleira ou coloquem na boca.
Devem ser tomadas precauções e não permita que as crianças tenham contacto prolongado, por exemplo dormir com o animal de estimação que usa coleira.
Mantenha afastado do alcance e da vista das crianças.
Mantenha a saqueta com a coleira dentro da embalagem até utilizar.
Entre as reações adversas raras, podem ocorrer reações cutâneas locais (prurido, eritema, perda de pelo) envolvendo o pescoço ou a pele em geral o que pode indicar uma reação de hipersensibilidade local ou generalizada.
Entre as reações adversas muito raras, podem ocorrer alterações de comportamento (p.e. letargia ou hiperatividade), frequentemente associados à irritação cutânea.
Entre as reações adversas muito raras, podem ocorrer sintomas gastrointestinais (vómitos, diarreia e hipersalivação) e problemas neurológicos (ataxia e tremores musculares).
Se algum destes sintomas ocorrer, a coleira deve ser retirada
Medicamento Veterinário Não Sujeito a Receita Médica
Leia atentamente o folheto informativo e em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.