Prevenir uma pneumonia: 9 Cuidados a ter
Em Portugal, a pneumonia é a principal causa de morte por doença respiratória. Anualmente surgem 150 mil casos de pneumonia e, destes, cerca de 40 mil necessitam de internamento hospitalar – mas o que é uma pneumonia?

 

A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão, causada, geralmente, por uma infeção, que afeta os alvéolos pulmonares (sacos de ar responsáveis pelas trocas gasosas). Pode ser causada por vírus, bactérias ou fungos e os sinais e sintomas mais comuns são febre alta, dores musculares, tosse com expetoração amarelada ou esverdeada, calafrios (arrepios) e falta de ar ou dificuldade em respirar.

Ainda que possa surgir em qualquer idade, alguns grupos de pessoas apresentam maior risco de desenvolver esta doença: bebés e crianças; idosos; fumadores; pessoas com o sistema imunitário enfraquecido (doentes com VIH/SIDA, pessoas que tenham sido sujeitas a transplantes ou a tratamentos de quimioterapia); pessoas com doenças crónicas (como por exemplo asma, fibrose quística e diabetes).

Assim é importante apostar na prevenção, principalmente nestes grupos de risco, que passa, essencialmente, por:

  1. Vacinação: se faz parte dos grupos de risco referidos informe-se com o seu médico sobre:
    • a vacina da gripe (porque a infeção pelo vírus da gripe pode favorecer a pneumonia e aumentar a probabilidade de complicações)
    • a vacina pneumocócica (vacina contra a bactéria Streptococcus pneumoniae, responsável pela maior parte das pneumonias bacterianas).
  2. Uma alimentação saudável e equilibrada;
  3. Prática de atividade física regularmente e horas de sono recomendadas (num adulto, de 7 a 9 horas por noite) de modo a favorecer o bom funcionamento do sistema imunitário;
  4. Higiene frequentemente das mãos, com água quente e sabão; Em ocasiões em que não consiga lavar as mãos, desinfete-as com um gel antisséptico (à base de álcool) para mãos, que pode encontrar na sua farmácia;
  5. Evitar ambientes muito frios, secos ou húmidos, mal ventilados ou poluídos que possam favorecer a transmissão de agentes causadores da pneumonia;
  6. Arejar, com frequência, a sua casa e local de trabalho;
  7. Evitar a exposição ao fumo do tabaco;
  8. Espirrar ou tossir na direção do cotovelo ou diretamente para um lenço de papel, descartando-o imediatamente;
  9. Ao recuperar de uma gripe ou constipação, descansar, beber muitos líquidos, reforçar a ingestão de vitamina C e zinco, que reforçam o sistema imunitário.

Ainda assim, caso apresente os sintomas característicos de uma pneumonia e estes se revelem persistentes, consulte o seu médico ou farmacêutico.