O que é a miopia?
A miopia é uma condição que afeta cerca de 20 a 30% da população mundial. Surge sobretudo nas primeiras décadas de vida (infância e adolescência) e é mais prevalente no sexo feminino.

 

Corresponde a uma alteração na estrutura do olho (globo ocular) que interfere na maneira como as imagens são formadas e transmitidas ao cérebro. Nos míopes (pessoas com miopia), o globo ocular é maior (mais alongado) do que o normal ou a córnea (camada mais externa do olho) é mais curva. Assim, a luz que chega ao olho não é focada de forma correta na retina (membrana interna do olho), o que resulta na visão desfocada ao longe.

Existem alguns fatores de risco associados ao desenvolvimento de miopia, nomeadamente:

– fatores genéticos: existe um maior risco de desenvolver miopia quando um ou ambos os pais têm a doença;

– trabalhos que envolvam focar objetos próximos durante períodos prolongados de tempo (por exemplo, livros ou computadores): ler, escrever e trabalhar muito ao computador pode constituir um fator de risco; além disso, jogar vídeo jogos em excesso e ver muita televisão pode também aumentar a probabilidade de desenvolver esta condição;

Quais as principais manifestações?

– visão desfocada a longas distâncias;

– necessidade de fechar parcialmente os olhos para ver claramente;

– dores de cabeça, causadas por cansaço ocular;

– dificuldade em ver claramente, durante a condução, particularmente à noite.

 

No caso das crianças é importante estar particularmente atento aos sintomas uma vez que podem passar despercebidos. Assim, deverá estar alerta se a criança:

– fecha parcialmente os olhos, com muita frequência;

– necessita de estar muito perto da televisão ou de se sentar nas primeiras filas da sala de aula;

– pestaneja com muita frequência;

– não se apercebe da presença de objetos distantes;

– esfrega os olhos regularmente.

 

Vejo mal ao longe. E agora?

O diagnóstico da miopia é feito por um oftalmologista, sendo recomendado que as crianças sejam avaliadas, por um médico, entre os 2 e os 3 anos e antes de entrarem para a escola. Os adultos devem consultar o médico caso desenvolvam algum dos sintomas referidos ou para avaliar a progressão da miopia.

Para corrigir o problema são utilizados óculos ou lentes de contacto que alteram a direção dos raios de luz de forma a focar a luz, corretamente, na retina. Pode ainda recorrer-se a cirurgia.

miopia

Adaptado de Direção Geral da Saúde – Boas práticas em oftalmologia