Aproveite o Sol com Saúde
Perante o risco da exposição ao sol, a prevenção é fundamental. A exposição solar excessiva pode provocar queimaduras solares, fotoenvelhecimento e cancro da pele.

 

Não é preciso sequer que esteja sol, no sentido comum do termo: 80% da radiação ultravioleta atravessa as nuvens e o nevoeiro, atingindo uma pele desprotegida com igual gravidade.

Para uma maior segurança, importa conhecer bem as medidas de proteção solar:

    1. Reduza ao máximo as atividades exteriores entre as 11 e as 17 horas;
    2. Não exponha bebés com menos de seis meses ao sol e evite a exposição solar direta de crianças com menos de três anos;
    3. Durante as férias, aposte numa exposição solar gradual (a pele precisa de tempo para se adaptar);
    4. Procure sombras e use roupas adequadas, como t-shirts de tecido de malha apertada (por exemplo, algodão);
    5. Use óculos de sol com filtros contra a radiação UVA e UVB e chapéu, de preferênciade abas largas. Estes cuidados devem estender-se aos mais novos;
    6. Na praia, no campo ou na cidade; faça chuva ou faça sol, utilize sempre protetor solar. O protetor solar deve ser colocado, pelo menos, 30 minutos antes da exposição solar e ser reaplicado de 2 em 2 horas ou quando se molhar ou transpirar mais. Este deve conter um fator de proteção solar (SPF) igual ou superior a 30. Não se esqueça de o aplicar em zonas como as orelhas, os lábios, a nuca e os pés.

    Para além destas medidas, deve evitar os solários, pois a luz artificial também causa danos na pele – a radiação ultravioleta dos solários, muitas vezes, excede a radiação UV a que estamos expostos no dia a dia, podendo acelerar o envelhecimento da pele e aumentar o risco de cancro.

    Se, ainda assim, quiser ganhar uma cor mais intensa, pode optar por produtos autobronzeadores, mas lembre-se de manter o uso de protetor solar, pois esta aparência bronzeada não confere qualquer tipo de proteção à sua pele. Peça aconselhamento na sua farmácia!