Pela saúde dos seus ouvidos
Para zelar pela saúde e higiene dos ouvidos, rejeite o uso de cotonetes e saiba que o cerume, ou cera auditiva, não é tão mau como parece.

 

“Estás a ouvir mal, talvez precises de um cotonete!”!

Em jeito de brincadeira, ou falando muito a sério, certamente já ouviu alguém recomendar o uso de cotontes com vista a resolver o problema da acumulação de cerume, cerúmen ou cera – sendo esta última designação aquela porque é vulgarmente conhecida – nos canais auditivos. Não dê ouvidos a este conselho!

Em primeiro lugar, e ao contrário do que se diz sobre ele, o cerume do ouvido não é, por si só, um inimigo do bem-estar e da higiene auricular. Esta secreção natural, proveniente das glândulas ceruminosas localizadas no canal auditivo externo desempenha, de resto, um papel importante na proteção da saúde auditiva. Ao cobrir e lubrificar a fina parede do canal auditivo, a cera protege os ouvidos do contacto com bactérias ou outros microrganismos nocivos e remove células mortas da pele, retendo também poeiras, partículas e detritos que possam provocar danos no tímpano. Desta forma, a cera contribui ainda para prevenir o risco de infeções.

Apesar do ouvido assegurar naturalmente a expulsão e autorregulação da quantidade de cerume pode, ainda assim, por vezes, verificar-se uma acumulação. Nesse caso, não recorra a cotonetes para eliminar o cerume em excesso. O uso de cotonetes é desaconselhado, uma vez que empurra e favorece a criação de depósitos de cera junto à membrana timpânica, podendo mesmo causar lesões no tímpano. Na eventualidade de se ter formado um rolhão de cerume de maiores proporções, existem medicamentos não sujeitos a receita médica indicados para o efeito. Peça aconselhamento ao seu farmacêutico.

De modo a evitar a acumulação de cerume e garantir que os ouvidos se mantêm limpos e saudáveis, aposte ainda na prevenção. Na Farmácia tem ao seu dispor uma série de soluções aquosas e gotas de limpeza indicadas para o efeito. Consulte o seu farmacêutico e saiba quais os produtos mais indicados para a sua situação.

Deve, em situações de acumulação de maiores quantidades de cerúmen, consultar o seu otorrinolaringologista para fazer a sua remoção e uma limpeza mais profunda do canal auditivo.