As diferentes dentições
Conheça as características das três dentições: Dentição primária (primeira dentição, dentição decídua); Dentição mista e molar dos 6 anos; e, Dentição permanente ou definitiva.

 

Dentição primária (primeira dentição, dentição decídua): corresponde a 4 incisivos, 2 caninos e 4 molares em cada maxilar, totalizando 20 dentes, conhecidos por dentes de leite. Habitualmente, a erupção dos dentes inicia-se entre os 6 e 8 meses de idade, sendo que as raparigas, normalmente, têm um aparecimento mais precoce.

Os primeiros dentes a surgir são, por norma, os incisivos. Os primeiros molares apenas aparecem cerca dos 16 meses, os caninos por volta dos 18 meses e os segundos molares aos 24 meses de idade. Desta forma, existe uma ordem de erupção dos dentes, tipicamente da parte anterior para a posterior da boca. Os dentes temporários são mais pequenos e mais claros e normalmente, até aos 3 anos de idade já estão todos presentes na boca da criança.

Normalmente, as crianças, começam a perder os dentes de leite entre os 5 anos e os 7 anos de idade, de forma espontânea, sendo estes substituídos pelos dentes definitivos.  Por vezes, a dentição permanente aparece antes da perda dos dentes de leite, situação que normalmente não é um problema, a não ser que, a dentição de leite não caia. Nesse caso, o médico dentista terá que remover o dente de leite.

Dentição permanente ou definitiva: corresponde a 4 incisivos, 2 caninos, 4 pré-molares e 6 molares em cada maxilar, no total de 32 dentes e completa-se com a erupção do 3.º molar/dente do siso ou “dente do juízo”, pelos 18 anos (muito variável).