Andropausa – Como “fintar” os sintomas?
A andropausa define o período da vida de um homem no qual se verifica uma diminuição da hormona testosterona. Esta variação hormonal pode ter impacto no bem-estar e dia a dia do homem.

 

Um estilo de vida adequado poderá ser a melhor forma para aliviar muitos dos sintomas e desconfortos sentidos, sendo várias as medidas que pode adotar:

1 – Pratique atividade física regularmente:

Evite o sedentarismo e pratique, pelo menos, 30 minutos de atividade física diária, o que ajudará a melhorar o fluxo sanguíneo em todo o corpo, controlar o peso e ganhar massa muscular, contribuindo assim para um melhor bem-estar e humor.

2 – Faça uma alimentação saudável:

Mantenha uma dieta variada e equilibrada. Corte nas gorduras e no sal e reforce o consumo de alimentos ricos em cálcio.

Para diminuir os suores e ondas de calor, a par do uso de roupa leve e fresca, diminua a ingestão de café, álcool e comida condimentada e beba muita água.

3- Evite o consumo de álcool e tabaco:

O consumo de álcool e tabaco estão na origem de várias complicações que podem contribuir para a ocorrência de disfunção erétil, uma complicação comum da andropausa.

5 – Durma bem:

Adote um horário de sono regular, evite refeições pesadas à noite e ajuste os níveis de luminosidade, ruído e temperatura no quarto.

6 – Mantenha-se mentalmente ativo:

Faça atividades e exercícios que estimulem o raciocínio e a memória (palavras cruzadas, sudoku, etc.).

7- Vigie regularmente os índices de glicemia, colesterol e a tensão arterial.

8 – Procure prevenir e, se necessário, combater a queda de cabelo / alopecia:

Estão disponíveis na sua farmácia produtos de saúde que atuam sobre o couro cabeludo, estimulando a circulação sanguínea e, assim, a fase de crescimento ativo do cabelo. Existem também medicamentos e tratamentos cirúrgicos. Informe-se com o seu médico ou farmacêutico.

9 – Se sentir necessidade, procure aconselhamento psicológico e/ou terapia sexual:

A disfunção eréctil e diminuição da líbido poderão ser queixas de alguns homens que atravessam a andropausa. Dependendo das causas e da gravidade, estão disponíveis diferentes tratamentos médicos para este problema, por isso, não adie a procura de ajuda médica.

O aconselhamento psicológico e a terapia sexual poderão ser bons complementos, sobretudo quando existe stress, ansiedade ou depressão associadas.

10- Encare com naturalidade esta nova fase da sua vida e desfrute em pleno tudo o que tem para viver.