Cefaleias – Dores de cabeça
Quase toda a gente já teve uma dor de cabeça (cefaleia), mas a verdade é que elas não são todas iguais e algumas podem até ser sintoma de um problema de saúde mais sério.

 

Existem diversos tipos de cefaleias – com sintomas e causas distintas, que requerem também tratamentos distintos. Assim, dividem-se em primárias e secundárias:

 

  • Primárias, quando não advêm de outra doença:

Cefaleias de tensão – são as mais comuns e de duração e intensidade variáveis.

Afetam sobretudo as mulheres mais jovens e caracterizam-se por uma dor constante, que afeta ambos os lados da cabeça, exercendo pressão, tal como se se usasse um chapéu demasiado apertado. Por vezes estão associadas a tensão muscular da mandíbula, do pescoço e ombros. Habitualmente surgem a meio do dia e associadas a lugares ou acontecimentos geradores de stress.

Enxaquecas – são menos comuns, e também atingem mais as mulheres do que os homens.

A dor é intensa e latejante, localiza-se quase sempre num único lado da cabeça, pode ser acompanhada de sensibilidade à luz e ao ruído e, por vezes, de náuseas e vómitos. Nalguns casos são antecedidas por sintomas visuais, conhecidos por “aura” e incluem, por exemplo, visão turva ou com manchas. Podem durar algumas horas ou permanecer durante dias, surgindo com frequência variada.

Cefaleias em salvas – são as mais raras, incidindo sobretudo nos homens.

A dor é intensa e sentida em redor de um dos olhos, acompanhada de outros sintomas como lacrimejo, congestão ou corrimento nasal. Cada episódio pode durar desde poucos minutos até várias horas, sendo a duração mais comum de 45 a 90 minutos e surgir em alguns casos até oito vezes por dia, podendo estar depois ausentes durante meses.

 

  • Secundárias, quando surgem associadas a outras doenças, como a sinusite por exemplo, e a alterações hormonais femininas próprias da menstruação, da gravidez e da menopausa. Estas dores de cabeça só serão eliminadas quando se tratar ou desaparecer a situação que as causa.

Para melhor lidar com as cefaleias, leia também “O que fazer quando doi a cabeça