De pequenino… se cuida da higiene oral!
Os dentes de leite, são temporários, mas devem ser levados a sério, pois são fundamentais para uma dentição definitiva saudável.

É certo que vão ser substituídos, mas a verdade é que se mantêm na boca por vários anos: alguns podem estar mesmo em uso dos 6 meses aos 12 anos, o que justifica que se cuide deles como se definitivos fossem.

Estes dentes desempenham funções importantes no desenvolvimento das crianças: ajudam à mastigação, contribuem para a manutenção do espaço em que vão nascer os dentes permanentes, facilitam a articulação dos sons, intervêm na respiração, na deglutição e no crescimento dos maxilares.

É também, com a dentição de leite que devem ser introduzido cuidados diários de higiene oral. Se iniciada precocemente, a higiene oral permite um adequado crescimento, desenvolvimento, funcionamento e manutenção da dentição infantil. É meio caminho andado para ter dentes saudáveis toda a vida. Assim, há alguns cuidados essenciais:

  • limpe as gengivas do bebé com uma gaze humedecida em água, mesmo antes da erupção dos primeiros dentes: mantenha este procedimento à medida que vão nascendo os dentes;

  • inicie a higiene com escova e dentífrico quando a maioria dos dentes tiver rompido: use uma escova macia e de tamanho adequado à boca do bebé e uma pequena quantidade de dentífrico com flúor;

  • promova a autonomia da criança a partir dos 3 anos: estimule-a a fazer a sua própria higiene oral: sob supervisão dos pais, ela vai progressivamente assumindo a tarefa até que, entre os 6 e os 8 anos, já é autónoma;

  • ensine-a a lavar os dentes duas vezes por dia: após o pequeno-almoço e antes de deitar e dê o exemplo: as crianças aprendem por imitação;

  • introduza alimentos semissólidos e sólidos a partir do primeiro ano, segundo as indicações do médico pediatra, e substitua o biberão pelo copo e pela colher: mastigar ajuda a desenvolver dentes e maxilares;

  • evite alimentos com elevado teor em açúcar, sobretudo entre refeições;

  • não adicione açúcar ou mel à chucha nem permita a utilização passiva do biberão enquanto a criança dorme: aumenta o risco de cáries;

  • leve o seu filho ao dentista! Preferencialmente, a primeira consulta, deve acontecer até aos 4 anos.