Dismenorreia. Como aliviar o desconforto?
As dores menstruais tendem a diminuir de intensidade com a idade, uma vez que os níveis hormonais se vão regularizando, bem como depois da gravidez.

A fim de aliviar o desconforto da dismenorreia, estão ao alcance das mulheres  alguns gestos de autocuidado e/ou medicamentos:

  • Quando a dor é ligeira, pode ser suficiente tomar um banho de imersão com água morna ou colocar saco de água quente sobre a região inferior do abdómen;
  • O exercício físico regular estimula a produção de endorfinas, o “analgésico” natural do organismo;
  • Relaxar é igualmente útil, pois um corpo repousado é menos vulnerável à dor;
  • Quando a dor é intensa, podem ser necessários medicamentos com ação analgésica e anti-inflamatória, os quais devem ser aconselhados pelo seu médico ou farmacêutico;
  • As mulheres que não estão a tentar engravidar podem recorrer à utilização de contracetivos orais, os quais habitualmente tornam a menstruação menos dolorosa. Para tal deve aconselhar-se com o seu médico ginecologista;
  • Se a dor se mantiver apesar de todas as medidas impõe-se uma consulta médica para prescrição de outro tipo de medicamentos e identificação de uma eventual condição mais séria. O tratamento depende então da causa identificada.

Fale com o seu médico se:

– As menstruações dolorosas surgirem após anos sem ter dismenorreia;

– Tiver dores para além dos 2 a 3 primeiros dias da menstruação;

– Se tiver sangramento ou corrimento vaginal não usual;

– Se as dores não cederem à medicação.

Se as suas menstruações são dolorosas, encontrar alívio é fundamental. A farmácia é o local mais indicado para o obter informação rigorosa e acessível, bem como orientação sobre o melhor tratamento. O seu farmacêutico está também apto a encaminhá-la para uma consulta médica se a situação o justificar.

Não hesite: na Farmácia, podemos ajudá-la a pôr fim a este desconforto.