Porque é que ressono?
Quantas vezes já acordou, ou foi acordado pela sua cara metade, devido ao conhecido “ressonar”?

 

O ressonar (ou roncopatia) ocorre devido à vibração do palato (“céu da boca”) e das paredes da faringe. O que acontece é que, ao adormecer, os músculos do palato, língua e garganta relaxam, diminuindo a via aérea e dificultando a passagem do ar que provoca a vibração das vias respiratórias. Esta vibração provoca um som áspero e ruidoso, mais comum nos homens, que pode afetar a qualidade de vida. Isto porque a roncopatia provoca um sono mais superficial e consequentemente menos repousante causando fadiga, irritabilidade e menor capacidade de concentração.

É por isso essencial adotar alguns cuidados que podem ajudar a evitar fatores que contribuem para este problema, como por exemplo:

  • Consumo de álcool – a ingestão de uma elevada quantidade de álcool antes de dormir, pode favorecer o ressonar. Por isso evite beber bebidas alcoólicas antes de se deitar;
  • Nariz entupido – o nariz entupido, frequente nas alergias, constipação e gripe, pode também contribuir para o ressonar. Na sua farmácia encontra diversos produtos: tanto para desentupir o nariz no dia a dia como para ajudar a prevenir o ressonar durante a noite;
  • Privação de sono – não dormir o suficiente de forma recorrente, pode levar a um maior relaxamento dos músculos da garganta durante o sono, por isso já sabe, durma;
  • Posição corporal – o ressonar é mais frequente ao dormir de barriga para cima devido ao efeito da gravidade na garganta. Se a sua cara metade o acorda durante a noite, experimente uns leves empurrões para mudar de posição. Se é você que ressona tente dormir de lado ou elevar a cabeceira da cama;
  • Obesidade – pessoas com excesso de peso podem ter tecido “extra” por detrás da garganta o que promove um estreitamento das vias aéreas. Ora aqui fica mais uma boa razão para manter um peso adequado;

A roncopatia pode estar associada a um distúrbio de sono chamado síndrome de apneia obstrutiva do sono, onde o ressonar sonoro é seguido por uma pausa na respiração que, por norma, acorda o doente. Por isso, se ressona de forma persistente e contínua, sem motivo aparente (como, por exemplo, nariz entupido devido a uma constipação), deve consultar um médico para que este avalie a situação.