O Armário de Farmácia
Todos temos medicamentos em casa. Mas será que temos os que nos são mais úteis? E será que os guardamos nas melhores condições para garantir a sua eficácia e a segurança do seu uso?

Assim, é fundamental saber como organizar um armário de Farmácia, o que deve conter e onde deve localizar-se, para que medicamentos e acessórios de saúde estejam reunidos num único espaço, acessível em caso de necessidade.

Além dos medicamentos de toma habitual, o armário de farmácia, para fazer face a imprevistos (como sintomas ligeiros ou acidentes) deve conter acessórios e outros produtos de saúde, como:

–              Soro fisiológico;

–              Álcool a 70° e água oxigenada a 10 volumes;

–              Solução desinfetante;

–              Algodão hidrófilo, compressas esterilizadas, ligaduras, adesivos e pensos rápidos;

–              Termómetro;

–              Luvas, tesoura e pinça.

Não importa apenas o que constitui o seu armário mas a forma como o organiza. Deve facilitar o acesso de forma segura:

–              Deve ter vários compartimentos;

–              Medicamentos receitados pelo médico devem estar separados dos restantes e com o nome da pessoa a quem se destinam devidamente identificado na embalagem;

–              Os medicamentos para adultos devem estar separados dos das crianças;

–              Todos devem ser guardados nas embalagens originais, acompanhados do respetivo folheto informativo;

–              O conteúdo do armário deve ser revisto regularmente, para identificar medicamentos fora de prazo e/ou uso, que podem ser entregues na Farmácia (serviço Valormed).