Saúde em primeiro lugar
Porque os imprevistos podem acontecer a qualquer altura, saiba o que não pode faltar no seu kit de primeiros socorros.

Por mais precauções que se possa ter, a verdade é que, no que toca à nossa saúde e bem-estar, os imprevistos podem surgir a qualquer altura! 

Com maior ou menor gravidade, os pequenos acidentes ou percalços do dia a dia não escolhem local para acontecer.

No entanto, é em casa que muitas destas situações acontecem, pelo que é imprescindível ter sempre à mão um conjunto básico, mas devidamente preparado e arrumado, de medicamentos, acessórios e outros produtos de saúde que nos permitam prestar os cuidados necessários desde o primeiro momento. Falamos daquele elemento indispensável em qualquer casa que é o kit ou estojo de primeiros socorros.

Entre os problemas de saúde mais frequentes contam-se as feridas ou lesões associadas a quedas, reações alérgicas e picadas de inseto, sendo que o verão é um período particularmente propenso a queimaduras solares ou pelo calor.

Para acudir a estas ou outras pequenas emergências, no seu kit de primeiros socorros não deve faltar:

  • Algodão hidrófilo, compressas e gazes esterilizadas, ligaduras, adesivos e pensos rápidos com diferentes tamanhos;
  • Soro fisiológico, de preferência em unidoses;
  • Álcool 70% (v/v);
  • Água oxigenada a 10 volumes;
  • Antissético líquido ou em gel;
  • Analgésico ou anti-inflamatório oral e tópico;
  • Pomada para nódoas negras e pomada cicatrizante;
  • Repelente para prevenir picadas de inseto e um anti-histamínico e/ou corticoide tópico para alívio dos sintomas, sobretudo para quem tenha história prévia de reações alérgicas;
  • Termómetro;
  • Luvas, tesoura e pinça.

Socorrer em segurança

Antes de recorrer, quer ao kit de primeiros socorros, quer ao armário de farmácia lá de casa, certifique-se de que estes cumprem as seguintes normas:

  • Mantenha-os devidamente fechados e fora do alcance das crianças ou animais domésticos;
  • Armazene-os em local seco e sem humidade;
  • Assegure-se de que todos os produtos estão dentro do prazo de validade;
  • Leia os folhetos informativos, cumpra as indicações, respeite as doses recomendadas, preste atenção às contraindicações e aconselhe-se com o seu médico ou farmacêutico, sempre que for caso disso.

Para mais aconselhamento, consulte o seu farmacêutico.