Trombose, sintomas a que precisa de estar (muito) atento.
A trombose corresponde à formação de um coágulo de sangue (chamado trombo) no interior de um vaso sanguíneo, com paragem da circulação de sangue nesse ponto.

 

A palavra trombose surge, muitas vezes, associada a uma realidade médica importante: a trombose venose profunda (TVP), que corresponde à existência de um trombo numa veia do corpo, frequentemente ao nível de um membro inferior (perna).

A TVP pode ocorrer sem nenhuma manifestação, no entanto existem alguns sinais e sintomas que podem ser indicativos da mesma e, por isso, é importante conhecê-los:

  • Dor, edema (inchaço) e aumento da sensibilidade numa das pernas (frequentemente, ao nível do gémeo);
  • Sensação de calor na área afetada;
  • Pele muito vermelha ou muito pálida na área em causa.

Existem fatores de risco para a TVP que não pode controlar, como o avanço da idade (a probabilidade de ter TVP aumenta a partir dos 40 anos), a existência de casos de TVP na família e a presença de determinadas doenças. Nestas situações, é essencial consultar um médico com maior regularidade, para efetuar exames de vigilância. Pode também justificar-se o acompanhamento médico dos parentes mais próximos, como filhos e irmãos.

Por outro lado, existem fatores de risco que pode controlar:

  • Sempre que possível, movimente-se. Longos períodos de inatividade aumentam a probabilidade de TVP. Tenha este cuidado principalmente em viagens grandes, que o obrigam a estar muito tempo sentado;
  • Evite o excesso de peso;
  • Os contracetivos orais e a terapia hormonal de substituição (THS) favorecem a coagulação sanguínea. Por isso, podem aumentar a probabilidade de TVP. Assim, só devem ser utilizados sob vigilância e aconselhamento de um profissional de saúde.

A TVP se não for detetada e tratada, pode ter complicações. Em cerca de 10% das pessoas, a TVP evolui para embolia pulmonar, que consiste na libertação do coágulo para a corrente sanguínea, com bloqueio de um vaso sanguíneo pulmonar e se traduz por:

  • Dificuldade em respirar;
  • Dor no peito (que pode piorar com inspiração);
  • Pulso acelerado;
  • Sensação de confusão ou desmaio.

Se sentir algum destes sintomas, procure assistência médica de imediato.