Resistir às soluções “milagrosas”
Quando a temperatura sobe e os dias frios e cinzentos ficam para trás, é natural que cresça a vontade de libertar o corpo das roupas que o aqueceram, enquanto não chega o tempo das idas à praia.

 

Para muitas pessoas, contudo, esta é uma altura em que se confrontam com o espelho e com a balança, que lhes devolve uma figura com quilos a mais. O desejo de recuperar a forma, em nome do verão que se avizinha, pode abrir a porta à tentação. E que tentação? A de uma dieta que elimine rapidamente o peso em excesso.

É essencial resistir à tentação das dietas rápidas: aquilo que prometem em eficácia, rapidamente é substituído pelo regresso dos quilos, com o risco de provocarem carências nutricionais. A explicação é simples: findas as restrições, o organismo, que estava habituado aos alimentos calóricos e em quantidade, retoma esse hábito, pelo que a pessoa volta a comer como antes. É o chamado efeito “ioiô”. Os quilos vão, mas voltam… Só uma alimentação equilibrada oferece resultados duradouros, que a prática de atividade física reforça. Há que aproveitar o bom tempo para ser mais ativo: um simples passeio diário ao ar livre, em passo apressado e com a duração mínima de 30 minutos, é um bom começo para reduzir as reservas de calorias.

Outra das tentações que nos acometem nesta altura do ano, em particular às mulheres, é o das soluções “milagrosas” contra a celulite. Este é um fenómeno que resulta do desequilíbrio entre as calorias ingeridas e a energia gasta e que se traduz na formação de depósitos adiposos sob a superfície da pele. São as coxas, ancas e nádegas que denunciam a sua existência ao apresentarem um aspeto rugoso característico de “casca de laranja”, consequência da acumulação de gordura e da perda de elasticidade das fibras que sustentam  os tecidos.

Para evitar que se instale e para a combater, a receita é a de sempre: uma alimentação saudável e a prática frequente de atividade física, sem esquecer a ingestão abundante de água e, eventualmente, a ajuda de alguns produtos de saúde e tratamentos auxiliares. Na farmácia, encontra produtos sob a forma de creme, gel, óleo, sérum e adesivos transdérmicos. O seu farmacêutico pode ajudá-la a encontrar a solução mais adequada à sua situação. Seja qual forem os métodos escolhidos para combater a celulite, o importante é não esquecer que têm em comum a necessidade de muita persistência.

Tanto os quilos a mais como a celulite não desaparecem de um dia para o outro, pelo que o esforço deve começar muito antes da época balnear. Antes de mais, é preciso definir uma meta realista e alcançá-la de uma forma progressiva, mas estável. Além disso, esse esforço não deve ser repentino e por períodos curtos: o cuidado com o corpo deve ser quotidiano, durante todo o ano. Dessa forma, evita oscilações de peso, responsáveis por muitas das alterações cutâneas associadas às dietas drásticas, como as estrias. Permanente deve ser também o cuidado com a pele: mantê-la hidratada deve ser uma preocupação diária, sendo a única forma de lhe proporcionar defesas contra as agressões do clima.

Cuide de si diariamente e sinta-se bem o ano inteiro! Conte com o seu farmacêutico para o ajudar!