Suplementos Alimentares: Garanta uma escolha segura com a ajuda da sua Farmácia
São vários os motivos que podem levar à utilização de suplementos alimentares: redução da fadiga física e psicológica, em situações de necessidades nutricionais acrescidas, manutenção do bem-estar geral, entre outros.

 

A verdade é que os suplementos alimentares são cada vez mais usados, mas nem sempre são apropriados a todas as pessoas, nem a todas as situações. Como tal, é importante fazer escolhas seguras em prol da sua saúde.

Numa situação ideal, uma alimentação adequada fornece todos os nutrientes essenciais ao bom desenvolvimento e manutenção da saúde do nosso organismo. O que torna esta situação mais complicada é o conceito de “adequado” que, além de variar de pessoa para pessoa, pode ser difícil de alcançar com um estilo de vida inadequado. Assim, quando a alimentação praticada não fornece todos os nutrientes necessários, ou os excessos e ritmo de vida causam desequilíbrios, os suplementos alimentares surgem como uma possível resposta para complementar a alimentação, uma vez que podem fornecer nutrientes como minerais, vitaminas e aminoácidos, entre outros.

No entanto, os suplementos alimentares atuam sobre o organismo e também eles podem causar efeitos indesejáveis, principalmente em pessoas com doenças crónicas ou a tomar medicamentos. Deve também ter-se um cuidado acrescido em determinadas situações, como a gravidez e a amamentação e também no caso das crianças.

É por isso importante que, antes de tomar qualquer suplemento, se informe junto do seu médico, nutricionista ou farmacêutico, para que possa usufruir das possíveis mais-valias da toma de um suplemento, sem pôr em causa a sua saúde e bem-estar!

Por isso, de forma a fazer uma escolha informada, siga as recomendações:

  • Certifique-se, junto de um profissional de saúde, se são adequados às suas necessidades e ao seu estado de saúde;
  • Informe o farmacêutico sobre todos os medicamentos e outros suplementos que esteja a tomar e/ou doenças que tenha;
  • Prefira suplementos com o menor número possível de constituintes, pois há menor risco de interações e efeitos secundários;
  • Leia a cartonagem e, quando disponível, o folheto incluso – tenha em conta a informação sobre a composição do produto, o fim a que se destina, precauções, dose recomendada, modo de tomar e durante quanto tempo pode ser tomado;
  • Respeite o modo de tomar – assim aumentam os efeitos benéficos e diminui o risco de eventuais problemas;
  • Respeite a dose recomendada – os excessos são nocivos para o organismo.