Uma solução de vida para séniores
Em Portugal, há uma necessidade crescente de soluções direcionadas para o apoio à população sénior, que é cada vez mais representativa na nossa sociedade.

Há cerca de onze anos começaram a surgir, no mercado nacional, as Residências Assistidas para seniores, soluções de carácter privado que vieram trazer uma resposta inovadora a esta necessidade. Estas unidades diferenciaram-se das respostas existentes à data no mercado, essencialmente, pela aposta em serviços de qualidade e personalização do acompanhamento.

Neste tipo de serviços o sénior está no centro de toda a atividade e o grande objetivo é proporcionar-lhe a melhor qualidade de vida possível.

As Residências Assistidas destinam-se na maior parte das soluções existentes no mercado a pessoas com idade superior a 65 anos que, devido a algum tipo de necessidade, já não conseguem estar nas suas casas nas condições desejáveis. Sendo uma resposta às necessidades de acompanhamento desta faixa etária, estas unidades aliam o conforto de casa à comodidade dos serviços assistenciais e de hotelaria, e à segurança permanente.

Em algumas empresas que prestam este tipo de serviço, o  alojamento é feito em suites privativas e o serviço passa por disponibilizar enfermagem 24 horas por dia, acompanhamento médico, refeições diárias, limpeza, tratamento de roupa e um conjunto de atividades ocupacionais e recreativas. É ainda prestado todo o apoio às atividades de vida diária, sempre em função do nível das necessidades de cada residente, nomeadamente ajuda no banho, vestir/despir, mobilidade, refeições ou supervisão na distribuição e administração de medicamentos.

As Residências Assistidas contemplam habitualmente espaços comuns para os residentes como salas de estar, jardins, biblioteca, ginásio ou piscina, bem como um vasto conjunto de atividades como as classes de movimento, aulas de pintura, ateliers de música ou culinária, jardinagem ou saídas ao exterior.

Estas unidades permitem, na maior parte dos casos, estadias permanentes e temporárias. As estadias permanentes são indicadas para quem apresenta um nível de dependência considerável, sem condições para se manterem autonomamente no seu domicílio, mas que pretendem manter uma boa qualidade de vida, com toda a ajuda necessária. As estadias temporárias destinam-se a residentes em situação de convalescença, ou ocasiões similares em que haja uma necessidade especial de acompanhamento. As estadias temporárias são muitas vezes utilizadas por residentes que permanecem entre 15 dias a 6 meses na residência, quer seja porque têm necessidade de se ausentar temporariamente das suas casas, quer seja porque vêm convalescer depois de terem tido alta hospitalar e até se sentirem com forças e terem condições para regressar a casa.

Como alternativa às Residências Assistidas existem também no mercado, diversas soluções de Serviços Domiciliários, públicos ou privados, destinados aos seniores que pretendem permanecer em sua casa, mas com todo o acompanhamento necessário. Os Serviços Domiciliários especializados no apoio a seniores, prestam cuidados de saúde personalizados e acompanham as atividades diárias, na medida das necessidades de cada pessoa. São serviços que disponibilizam uma equipa de profissionais especializados nas diversas áreas de saúde como enfermeiros, fisioterapeutas e auxiliares de ação médica.