A água nunca é de mais!
É sempre importante beber água, mas nos meses mais quentes a quantidade a ingerir deve ser reforçada, de modo a prevenir a desidratação.

 

A água é um elemento essencial ao bom funcionamento de todos os órgãos e sistemas do nosso corpo. É sempre importante beber água, mas nos meses mais quentes a quantidade a ingerir deve ser reforçada, de modo a prevenir a desidratação.

A desidratação resulta da eliminação de água e sais minerais do organismo, sem que ocorra a sua adequada reposição. Em repouso e num ambiente com temperaturas amenas, o ser humano elimina cerca de 100 ml de líquidos por hora através da urina, o que significa 2,4 litros por dia. A esta perda associa-se a constante libertação de água através da respiração e transpiração.

A maior parte da água de que o organismo necessita é ingerida na forma líquida (entre 70% a 80%) sendo que a restante (entre 20% a 30%) provém dos alimentos que são ingeridos. Algumas frutas e verduras, dependendo do tipo, podem conter entre 70% a 90% de água. Por exemplo, o esparguete depois de cozido, contém mais de 65% de água e o peixe branco, como o bacalhau o tamboril e a pescada, pode conter até 80%.

Para manter o seu corpo sempre hidratado deve ter em conta os seguintes cuidados:

Consumir entre 1,5 a 2 litros de água por dia.  A ingestão de água deve ser frequente ao longo do dia e em pequenas quantidades de cada vez, antecipando a sensação de sede. Andar com uma garrafa de água pode ajudar a relembrar a ingestão de água ao longo do dia;

Comer mais fruta e legumes frescos. Os legumes são ricos em água e minerais, como tal, também contribuem para manter o corpo hidratado;

Beber sumos. Os sumos não devem substituir a água em situação alguma, no entanto, podem também constituir uma boa fonte de hidratação. Prefira sempre os sumos de fruta, de extratos vegetais ou néctares em virtude dos refrigerantes, devido ao excesso de açúcar associado a estas bebidas. Alguns sumos contêm também vitaminas, minerais e fibras que, além de hidratarem o corpo, são também excelentes fontes de energia;

Evitar as horas de maior calor. A exposição prolongada ao sol pode trazer inúmeros problemas. Se for à praia, praticar exercício físico ou realizar alguma atividade ao ar livre, opte pelos períodos da manhã, até às 11h, ou depois das 17h.  O recomendado é deixar os banhos de sol ou as corridas para o final do dia.

A preocupação em manter o corpo hidratado deve estender-se também às crianças e aos idosos.

Os idosos são mais sensíveis à desidratação, uma vez que, a partir dos 60 anos, o corpo humano tem pouco mais de 50% de água na sua constituição. Para além disso, doenças como a diabetes, hipertensão ou problemas renais, comuns nas idades mais avançadas, tendem a agravar-se devido ao deficiente consumo de água.

 

Atenção aos sinais do corpo
Para ter a certeza de que está bem hidratado, deve ter em atenção alguns sinais: a saliva bem fluída, a língua e os lábios húmidos e a urina clara são bons indicadores de que o corpo está bem hidratado. Beba água regularmente, mesmo que não sinta sede.

 

Quem deve beber mais água? E em que situações deve fazê-lo?

  1. Os homens devem ingerir uma maior quantidade de líquidos, em comparação com as mulheres, devido à sua composição corporal (maior volume muscular e menor quantidade de gordura);
  2. O cuidado deve ser redobrado no caso das crianças e idosos, uma vez que a capacidade de detetar o estado de desidratação e responder aos seus sinais pode estar diminuída, o que faz com que o risco de desidratação seja maior;
  3. Os idosos tendem a diminuir a ingestão de líquidos e a perda de água pelo organismo é superior, o que faz com que aumente o estado de desidratação. É preciso contrariar esta tendência;
  4. Em caso de diarreia, febre e vómitos o corpo desidrata mais depressa, por isso é importante repor a quantidade de água perdida;
  5. Em ambientes de calor, altitude elevada e em casos de atividade física intensa, a ingestão de água deve ser superior ao habitual;
  6. Quando são ingeridos alimentos picantes e com elevadas quantidades de sal, deve ser ingerida uma maior quantidade de água;
  7. É importante beber água antes, durante e depois de praticar exercício físico.

Em caso de dúvida, não hesite em falar com o seu farmacêutico