O que é a transpiração? E porque é que transpiramos?
A transpiração (ou suor) é um processo fisiológico, natural e importante, para controlar a temperatura corporal, permitindo que o corpo arrefeça.

 

Contudo, o odor associado à transpiração e as manchas na roupa podem provocar algum desconforto.

A quantidade de suor produzido varia de pessoa para pessoa, sendo os fatores genéticos os principais responsáveis ​​pela quantidade de transpiração. No entanto, existem outros fatores que também contribuem para a produção de suor: prática de atividade física, temperaturas elevadas, stress/ansiedade e alteração hormonais como a puberdade, gravidez ou menopausa, entre outras. O álcool, a nicotina e o café, bem como alimentos mais picantes, podem também afetar a produção de suor.

Assim que se verifica uma dessas situações, as axilas, as palmas das mãos e os pés são, habitualmente, os primeiros a dar o alerta.

Ainda assim, há pessoas que podem transpirar mais do que o necessário. Quando a transpiração é excessiva, pode tratar-se de uma condição chamada hiperidrose.


Sinais de desconforto

O suor, por si só, não tem cheiro. Normalmente, o odor corporal associado à transpiração é causado por bactérias inofensivas, presentes naturalmente na pele, que se alimentam dos constituintes do suor e produzem um cheiro desagradável.

Gestos que ajudam a minimizar os níveis de transpiração:

  • Tome banho, todos os dias, com água morna;
  • Preocupe-se com o que veste: opte por roupa arejada/leve e de fibras naturais, como o algodão. Evite as fibras sintéticas que são menos permeáveis e não deixam a pele respirar;
  • Tenha atenção à alimentação. Evite alimentos ricos em gordura e picantes, a cafeína e o álcool. Opte por alimentos como legumes, frutas e verduras;
  • Tente reduzir o stress e a ansiedade, na medida do possível. Pratique atividades como o ioga e a meditação;
  • Opte por utilizar um desodorizante ou antitranspirante. Estes dois são por vezes confundidos, porém atuam de forma bastante diferente. Em caso de dúvida, para um melhor aconselhamento, consulte o seu farmacêutico.

Por fim, não se esqueça: mantenha-se hidratado. Uma vez que o corpo perde água através da transpiração, é essencial que mantenha uma hidratação adequada, mesmo que não se tenha sede. Para tal, recomenda-se a ingestão de água ou de outro líquido (evite as bebidas açucaradas e alcoólicas).