Doença de Alzheimer – Há esquecimentos e esquecimentos…
A doença de Alzheimer é uma patologia caracterizada pela morte neuronal das células de determinadas partes do cérebro. Pensa-se que as células cerebrais sofrem uma redução de tamanho e número formando as chamadas tranças fibrilhares e placas senis. Esta formação dificulta a comunicação entre células que resulta na perda de funções e capacidades.

 

Os esquecimentos são o primeiro sinal de alerta, mas com algum cuidado é possível distinguir os patológicos dos que são próprios da idade.

 

Doente com Alzheimer

– Esquece detalhes significativos ou toda a situação em causa;

– Raramente recorda a informação mais tarde;

– Sente-se gradualmente incapaz de seguir indicações.

 

Idoso

– Esquece pormenores pouco importantes;

– Recorda a informação mais tarde;

– Normalmente, é capaz de seguir indicações.

 

O fator mais significativo é que os esquecimentos próprios da doença de Alzheimer interferem com as atividades profissionais, sociais e familiares, afetando a qualidade de vida. A deteção precoce é determinante na evolução e no prolongamento da qualidade de vida do doente. Saiba estar atento ao que o rodeia: Leia Doença de Alzheimer: 10 Sinais de Alerta.