Animais de companhia – Mais anos com saúde
Os animais de companhia têm uma vida cada vez mais longa. O importante é garantir que vivam esses anos com saúde e bem-estar.

SENIORES DE QUATRO PATAS

É aos 8 anos que os GATOS chegam à idade sénior.

Já nos CÃES o envelhecimento depende da raça: os de maior porte envelhecem mais depressa, entrando na terceira idade cerca dos 6 anos, enquanto os mais pequenos têm uma maior longevidade e só a partir dos 12 anos são idosos.

 

Raças à parte, o envelhecimento implica um abrandamento das principais funções do organismo, o que pode deixar os animais mais vulneráveis. Tal como nos humanos, os sinais de envelhecimento vão sendo visíveis com o passar do tempo:

Pelo quebradiço;

Pele mais sensível, mais espessa e escurecida;

Dentes mais fracos, com maior risco de doenças orais;

Perda de músculo;

Perturbações da digestão;

Inflamação nas articulações;

Alterações comportamentais: diminuição da interação, desorientação;

Alteração dos hábitos de sono e de higiene.

 

E também, como nos humanos, há doenças que se tornam mais comuns com o avançar da idade: diabetes, insuficiência cardíaca, insuficiência renal e cataratas são algumas delas. Há ainda um risco acrescido de obesidade, devido à diminuição da atividade física.

Mais frequentes devem ser as idas ao veterinário: de preferência de seis em seis meses, para avaliar o estado de saúde do animal, realizar análises sanguíneas e outros exames adicionais para diagnosticar e tratar o mais cedo possível eventuais doenças.