A gripe nas crianças
Problema: gripe é uma doença viral aguda que afeta o sistema respiratório, contagiosa causada pelo vírus Influenza do qual se conhecem 3 tipos – A, B e C.

 

A doença aguda dura 3 a 5 dias, podendo a tosse, a letargia (apatia, inércia) e a fadiga durar várias semanas.

Sinais e sintomas: Febre elevada (38– 40ºC, muitas vezes, com calafrios) de início súbito, dores de cabeça, dores musculares , mal-estar, tosse (“tosse de cão”), dor de garganta, falta de apetite, olhos inflamados, nariz congestionado ou a pingar e gânglios linfáticos aumentados no pescoço.

Em crianças até 3 anos a otite média é uma complicação frequente e um sinal a que deve ser prestada  atenção.

O vírus da gripe é transmitidos através de gotículas de saliva de uma pessoa infetada para outra, através da tosse, espirro ou contacto direto. A facilidade de transmissão desta doença deve-se ao facto de o período de contágio começar a partir de 2 dias antes do início dos sintomas.

É por isso, por vezes, uma doença difícil de evitar, especialmente no caso de crianças, pelo que deixamos algumas recomendações para tratar do seu filho e para evitar a transmissão:

Recomendações:

  • A criança deve ficar em casa a repousar;
  • Para ajudar a desentupir o nariz utilize soro fisiológico, água do mar esterilizada, aspiradores nasais ou sprays para a congestão nasal. Informe-se com o seu farmacêutico sobre o mais adequado à situação e idade da criança;
  • Incentivar a criança a lavar as mãos com frequência, evitar agrupamentos de pessoas como creches e parques infantis;
  • A criança deve beber muitos líquidos para repor os níveis hídricos;
  • Os lenços de papel usados devem ser imediatamente descartados a cada utilização;
  • A criança deve permanecer em casa pelo menos 1 dia depois de os sintomas desaparecerem, para evitar ser foco de contágio;
  • Caso a tosse, seca ou com expetoração, seja muito incomodativa o farmacêutico pode aconselhar um xarope adequado ao tipo de tosse e à idade da criança.

Os antibióticos não devem ser usados a menos que tenham sido prescrito por um médico e, nesse caso, serão para tratar alguma infeção bacteriana “oportunista”. A gripe é uma doença viral e este medicamento não vai atuar sobre a doença. O uso inadequado de antibióticos é um problema grave de Saúde Pública devido ao aparecimento de resistências bacterianas

A menos que o médico indique não deve ser dada aspirina à criança para reduzir a febre. Este medicamento, em crianças de idade inferior a 12 anos e em determinadas situações, pode dar origem a uma situação grave – a chamada Síndrome de Reye.

Aproveite a oportunidade para educar a criança sobre a gripe. Esta é uma doença prevalente e é possível que volte a atacar. Instruir sobre medidas de prevenção e cuidados a ter pode vir a ter benefícios acrescidos.