Cuidados para uma pele delicada
O banho é um momento muito especial na rotina do bebé. A sua função primordial é, naturalmente, de higiene, mas é muito mais do que isso: os gestos envolvidos neste ritual diário proporcionam conforto e segurança ao bebé, mas constituem também um momento muito íntimo entre o bebé e os pais, permitindo a troca de carinho e reforçando laços afetivos.

Todavia, em nome do bem-estar e da saúde do bebé, importa que os cuidados proporcionados respeitem a fragilidade da sua pele: trata-se de uma pele imatura, com uma camada protetora fina, que ainda não cumpre completamente o seu papel de barreira contra as agressões do meio ambiente.

É por ser tão frágil que a pele do bebé seca com facilidade, surgindo nela pequenas borbulhas, manchas avermelhadas e até gretas. Necessita, pois, de proteção reforçada.

O primeiro cuidado a ter deve ser a escolha dos produtos usados na higiene do bebé:

  • não devem conter álcool nem sabão;
  • devem ser hipoalergénicos (o que significa que tem menor probabilidade de provocar alergias)

Estas indicações constam dos rótulos, pelo que é conveniente lê-los com atenção. E na dúvida, o aconselhamento de um profissional de saúde é garantia de segurança: a puericultura é, aliás, uma das áreas que mais ganha com o aconselhamento do seu farmacêutico, pelo que pode contar com a equipa da sua Farmácia.

É fundamental também que, na limpeza de zonas tão delicadas como os olhos, seja utilizada uma compressa única para cada olho e que o soro fisiológico se apresente em doses individuais – há que evitar eventuais contágios.

E porque a pele é delicada, no banho deve usar-se uma solução de lavagem adequada tanto para o corpo como para o cabelo. Passa-se sobre o corpo diretamente com a ajuda da mão ou com uma esponja muito suave.

Se o bebé tiver crosta láctea, que são aquelas escamas esbranquiçadas que, de uma forma mais ou menos evidente, cobrem habitualmente o couro cabeludo dos recém-nascidos e, por vezes, até as sobrancelhas, pode ser necessário recorrer a óleo (de amêndoas doces ou aveia) ou a um produto específico para a amaciar. Depois de amaciadas, removem-se com o cabelo seco e uma escova macia ou pente indicados para bebé.

Após o banho, os gestos de conforto e carinho continuam: para ajudar a repor a camada protetora da pele, aplica-se um creme, leite ou óleo hidratante, em gestos suaves que funcionam como verdadeiras massagens. Particularmente sensível é a zona da fralda: propícia ao desenvolvimento da chamada “assadura do rabinho” (eritrema ou dermatite da fralda), devido à humidade e ao contacto direto com a urina e as fezes. O desconforto previne-se, limpando em cada muda com uma compressa e água morna ou toalhetes apropriados (sem álcool), e se já houver sinais de assadura (secura e vermelhidão) aplica-se um creme barreira protetor.

São cuidados indispensáveis para a saúde de uma pele muito delicada. Com a vantagem de proporcionarem conforto e bem-estar ao bebé.