Como cuidar de uma ferida?
Quando ocorrem feridas, são necessários alguns cuidados primários para pervenir complicações.

 

Seja qual for o tipo de ferida, existem cuidados simples que podem evitar cicatrizes e complicações. O primeiro destes cuidados passa por uma limpeza adequada da ferida. É importante nunca se esquecer de lavar as mãos antes de começar, para evitar contaminação. A limpeza deve ser feita, de preferência, com soro fisiológico ou, na sua ausência, água corrente: deve verificar-se se todos os detritos se libertam da pele, mas sem esfregar.

Se houver hemorragia, é essencial estancá-la: cubra a ferida com uma compressa e exerça uma ligeira pressão, durante alguns minutos até que pare de sangrar.

O passo seguinte é a desinfeção, com uma solução antissética própria, sendo as mais indicadas as soluções iodadas. Deve evitar usar algodão neste passo, uma vez que pode libertar algumas fibras que irão aderir à ferida. A secagem ao ar é, normalmente, aconselhada, no entanto pode haver benefícios em utilizar um penso adequado. É essencial vigiar o processo de cicatrização da ferida nos dias seguintes. Se parecer infetada, dirija-se a um centro de cuidados médicos.

As feridas podem acontecer a qualquer momento, a qualquer um de nós. No entanto, as crianças e os idosos devem ser tratados com um cuidado acrescido, as primeiras porque a sua pele é mais fina e são mais propensas a acidentes e os segundos porque a regeneração é mais lenta, e podem sofrer de doenças crónicas que interferem com a cicatrização, como por exemplo, diabetes. A prevenção é essencial sendo possível incorporar alguns hábitos ao seu dia a dia que diminuem a probabilidade dos acidentes domésticos acontecerem.