Prevenção da Síndrome de Morte Súbita no Lactente (SMSL)
A SMSL é a morte súbita e sem explicação de um bebé durante o primeiro ano de vida.

 

É uma situação assustadora porque acontece sem aviso prévio num bebé aparentemente saudável. A maioria dos casos está associada ao período do sono e por isso é conhecida como “morte no berço”. A causa da SMSL permanece desconhecida, podendo provavelmente estar na sua origem uma multiplicidade de fatores, entre genéticos e ambientais. Durante muito tempo foi a maior causa de morte entre o mês e o ano de idade, nos países mais desenvolvidos. Todavia, mesmo não sabendo o que causa, conseguiram-se estabelecer associações com fatores que se podem mudar, o que levou à diminuição da incidência de SMSL para valores de cerca de um quarto dos iniciais.

Medidas que podem reduzir o risco de SMSL

As recomendações seguintes recolhem a experiência de múltiplas associações internacionais, nacionais e regionais e correspondem à melhor evidência disponível da investigação epidemiológica:

  • dormir sempre de costas (decúbito dorsal);

  • dormir numa cama apropriada, de preferência com grades, com um colchão firme e adaptado ao berço, não havendo espaço entre o colchão e a grade;

  • destapar a cabeça do bebé;

  • não usar cobertores pesados, que o bebé não consiga afastar;

  • não fumar durante a gravidez, nem depois;

  • evitar o sobreaquecimento, para tal, o cobertor não deve ultrapassar os ombros;

  • não colocar o bebé na cama dos pais para dormir;

  • a utilização de chupeta parece reduzir ligeiramente o risco morte súbita, mas se o bebé a rejeitar não force o uso;

  • Manter o bebé na posição vertical cerca de 15 minutos após ter mamado.