Varicela: o que é importante saber
A varicela é uma das doenças mais comuns e contagiosas na infância. Surge apenas uma vez na vida.

 

É causada pelo vírus Herpes varicella zoster, e surge pelo contacto direto com pele infetada ou através das partículas de saliva, transmitidas pela tosse ou espirros de alguém infetado.

Os primeiros sintomas são o aparecimento de pontos e manchas rosadas, que podem dar muita comichão. Surge habitualmente pelos braços e pernas, atingindo frequentemente todo o corpo incluindo o rosto, couro cabeludo e até a zona da fralda. Esta sequência de acontecimentos varia de caso para caso.

As erupções enchem-se rapidamente de um líquido claro, formando bolhas de parede muito fina que se rompem, formando pequenas lesões na pele que secam  formando uma crosta. A crosta acaba por desaparecer, normalmente sem deixar marcas. As diferentes fases podem estar presentes ao mesmo tempo. É normal que febre, dor abdominal, falta de apetite, corrimento nasal ou tosse surjam. A doença só raras vezes dura mais do que 2 semanas após o aparecimento do primeiro sinal.

Os sintomas costumam aparecer entre 14 e 21 dias após a exposição.

A varicela é contagiosa até que todas as erupções formem crosta.

O que fazer?

O tratamento da varicela passa pelo controlo e alívio dos sintomas, podendo ser adotados alguns cuidados:

  • Dê banho à criança com água morna a cada 3 ou 4 horas para diminuir a comichão. Junte um pouco de bicabornato de sódio ou aveia na água para conseguir um maior alívio;
  • Aplique uma loção de calamina nas erupções, que pode encontrar na sua farmácia;
  • A alimentação deve ser à base de alimentos “leves” e moles, devendo-se evitar os citrinos se houver bolhas na boca;
  • Corte as unhas da criança rentes e, à noite, ponha luvas-lhe para evitar que se coce.

Ainda que seja uma doença comum em crianças, o contacto com o médico pediatra para ter a certeza do diagnóstico é importante . No entanto durante o tratamento é também essencial estar atento para o caso de voltar a precisar de contactar o médico.

Quando deve consultar um médico?

  • Quando erupções envolverem os olhos, se houver tosse persistente ou falta de ar;
  • Se o cuidador for mais velho, tiver problemas imunológicos e nunca tiver sido previamente exposto à doença;
  • Se uma grávida tiver sido exposta, deve procurar aconselhamento médico com a maior brevidade.
  • Um medicamento antiviral pode encurtar a duração da infeção.Nos casos mais graves o médico pode receitar um antivírico.

Existe uma vacina para crianças a partir dos 12 meses mas também para adultos que nunca tenham tido varicela nem tenham sido expostos ao vírus. Não faz parte do Plano Nacional de Vacinação, mas está disponível nas farmácias, podendo ser administrada a partir dos 12 meses, caso em que é necessária apenas uma dose. A partir dos 13 anos, são injetadas duas doses, com um intervalo de 6 a 10 semanas.

 

Saiba mais sobre vacinação em Vacinação: ainda é questão?