Guia prático da diversificação alimentar: dos purés às proteínas
O seu bebé é único e, portanto, a introdução de novos alimentos não obedece a regras rígidas. Assim, e antes de introduzir qualquer alimento novo na dieta do seu bebé, procure o aconselhamento do seu médico pediatra.

 

Após a introdução das papas, sopas e fruta, a diversificação alimentar continua com a introdução do glúten, da carne, do peixe, do ovo e dos iogurtes.

❶ A partir dos 7 meses, o bebé pode começar a comer papas com glúten (contendo trigo, centeio, aveia e cevada).

❷ As primeiras carnes devem ser magras, sem pele e gordura – frango, coelho e peru. Inicialmente a carne deve ser cozida na sopa e retirada no final para que o bebé se habitue, primeiro, ao sabor da carne e para testar possíveis reações alérgicas. Posteriormente, pode começar a triturar a carne na sopa. As carnes vermelhas, como o borrego e a vaca, só devem ser adicionadas posteriormente, de acordo com a indicação do médico.  A carne de porco, por exemplo, só deve ser introduzida após os 12 meses.

❸ O ovo é introduzido na sopa em substituição da carne. Começa-se pela gema: inicialmente 1/4 de gema e posteriormente metade – o ovo inteiro só é introduzido mais tarde.

❹ O iogurte natural e o queijo poderão ser introduzidos como substitutos de uma refeição láctea. Deve, no entanto, privilegiar o iogurte natural em vez dos “iogurtes de bebé” devido ao elevado teor de açúcar que estes apresentam.

❺ Tal como acontece com a carne, o peixe é inicialmente introduzido na sopa. As opções mais adequadas, numa fase inicial, são os peixes brancos como a pescada, o linguado ou a solha (frescos ou congelados). Outros peixes, como por exemplo o salmão, só devem ser introduzidos mais tarde. O mesmo acontece com o polvo e as lulas que só devem ser dados ao bebé após os 24 meses.

❻ Por volta do primeiro ano, podem começar a ser introduzidas as leguminosas (feijão, grão, ervilhas…) na sopa do bebé. Devem ser trituradas para facilitar a digestão antes de serem oferecidas inteiras. Aproximadamente na mesma altura, e visto que o bebé já consegue mastigar, poderá começar a comer arroz, massa e pão.

❼ Os frutos oleaginosos como o amendoim, a amêndoa e o pinhão, só devem ser dados à criança após os 24 meses, uma vez que são alimentos que podem causar alergia às crianças mais sensíveis.