Verão: Alimente a sua saúde
Uma alimentação equilibrada é meio caminho andado não só para uma vida saudável, uma forma física adequada e um bom funcionamento do organismo mas também para a agilidade mental e para o bem-estar emocional.

 

São, efetivamente, muitos os benefícios que decorrem de uma maior atenção à alimentação, no princípio de que se come para viver e não de que se vive para comer. Esta é uma preocupação que deve estar sempre presente no quotidiano, incutida nomeadamente pelos pais aos filhos no âmbito da educação para a saúde e promoção de estilos de vida saudáveis. Todavia, há que reconhecer que em algumas alturas do ano pode ser mais fácil manter este compromisso.

No verão, o calor dos dias convida a um aligeirar do vestuário e, com ele, assiste-se a um certo aligeirar das refeições, aumentando o apetite para alimentos mais coloridos e mais leves, quase como que em sintonia com a estação.

A maneira mais fácil de conseguir fazer algumas mudanças na alimentação é, talvez, através do consumo de frutas e legumes, cuja produção atinge o pico no verão. No entanto, e para quem resiste a cumprir os mandamentos de uma alimentação saudável esta é, pois, uma boa altura para corrigir alguns erros e regressar ao bom caminho. Vejamos como:

Há que consumir um pouco de tudo, pois todos os alimentos têm valor nutricional: o que têm é um peso diferente nas nossas necessidades orgânicas.

É, com frequência, à sobremesa que os doces se sentam à mesa, mas o mais saudável é optar pela fruta. A sua grande vantagem é o baixo valor calórico para a maioria dos frutos (a uva, a banana e a cereja são as exceções). Deve ser dada preferência à fruta da época. As vitaminas A e C, presentes em algumas frutas, são boas fontes de antioxidantes, substâncias naturais usadas no combate aos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce. Ganha-se, assim, em saúde e em beleza.

A fruta é um agente precioso da hidratação do corpo, na medida em que grande parte da sua composição é água.

Tal como as frutas, os hortícolas são bons fornecedores de vitaminas, minerais, fibra e água, pelo que é importante variar o consumo para conseguir uma maior diversidade de nutrientes.

Os legumes são ainda saciantes e possuem características reguladoras do trânsito intestinal.

Frutos e legumes oferecem uma ampla variedade de texturas e sabores: experimentá-los permite descobrir novos prazeres e introduzir a necessária diversificação alimentar. Para isso deve-se, de preferência, inclui-los a todas as refeições.