Coronavírus – O que se sabe sobre o surto?
O que se sabe, então, à data, sobre o surto?

 

  • O início

A 31 de dezembro de 2019 a OMS (Organização Mundial da Saúde) foi informada da ocorrência de um surto de pneumonia de causa desconhecida na cidade de Wuhan na China. As autoridades rapidamente procuram perceber a causa da doença e a 7 de janeiro de 2020 identificaram o vírus que a causava – um novo coronavírus (2019-nCoV), disponibilizando informações sobre o mesmo numa base de dados internacional, que existe para o efeito, o que permite às autoridades de saúde dos vários países acederem a um conhecimento comum sobre estas doenças. A maioria dos primeiros casos identificados eram em pessoas que tinham frequentado um mercado dessa cidade (que foi limpo e encerrado no início de janeiro) no entanto, ainda não se tem a certeza sobre qual a fonte do surto.

  • Situação Atual

Atualmente ainda não se conhece muito do comportamento do vírus, mas sabe-se que que se transmite pessoa a pessoa – no entanto a forma de transmissão ainda não está esclarecida.

A maior parte dos casos são na China, no entanto já existem alguns casos, em indivíduos que vieram da China em diversos países (na Europa existem casos em França, Alemanha e Finlândia).

O número de infetados, à data, é na ordem dos milhares tendo ocorrido mais de uma centena de mortes.

  • O que fazer?

As autoridades competentes estão a acompanhar o assunto e têm vindo a atualizar a informação, publicamente, todos os dias. Assim, mantenha a calma, vá tendo atenção às indicações da Direção-Geral da Saúde (DGS) e adote algumas regras de etiqueta para evitar a transmissão de vírus, especialmente se viajar para zonas afetadas:

  • Evite o contacto próximo com pessoas que apresentem infeções respiratórias;
  • Evite o contacto com animais de quinta ou selvagens;
  • Cozinhe bem a carne e os ovos;
  • Adote as medidas habituais para evitar a transmissão de vírus respiratórios:
    • Lave frequentemente as mãos;
    • Tape o nariz e boca ao espirrar ou tossir (com um lenço descartável – que deve ser deitado no lixo após a utilização – ou com o braço)

Para os viajantes que venham da China, particularmente quem tenha estado nas regiões afetadas: se tiver sintomas de doença respiratória (febre, tosse, falta de ar e dificuldades respiratórias) durante ou após a viagem, ligue para o SNS 24 (808 24 24 24) ou procure atendimento médico.