Herpes Genital – o que é? como se transmite?
O termo “herpes” corresponde a uma infeção altamente contagiosa que pode ser desencadeada por dois tipos de vírus: o Herpes simplex do tipo 1 (denominado VHS-1) e o Herpes simplex do tipo 2 (designado VHS-2).

 

Cerca de 417 milhões de pessoas entre os 15 e os 49 anos estão infetadas pelo vírus responsável pelo herpes genital – o VHS-2.  A transmissão do vírus é feita por via sexual e é mais fácil do homem para a mulher, pelo que esta doença é mais comum nas mulheres.

Os primeiros sinais de herpes genital aparecem 4 a 7 dias após o contacto sexual com a pele e/ou mucosas da pessoa infetada e caracterizam-se por uma sensação de formigueiro, dores e prurido (comichão). De seguida, aparecem pequenas manchas vermelhas na região genital, anal e/ou áreas circundantes. Estas manchas evoluem para pequenas e dolorosas bolhas, preenchidas com líquido, que acabam por romper e dar origem a feridas. Geralmente as feridas cicatrizam ao final de 10 dias e não deixam marcas. Apesar de haver maior probabilidade de transmissão do vírus quando há lesões observáveis, pode haver contágio mesmo na sua ausência.

Esta infeção é para a vida, na maior parte dos casos, havendo uma alternância entre períodos de latência (em que o vírus está em estado dormente, não sendo observados sintomas) e períodos de recorrência (quando o vírus volta a estar ativo e a provocar manifestações).

Muitas vezes a pessoa não sabe qual a causa para reativação do vírus, já que os fatores que a desencadeiam podem ser diversos: febre, menstruação, tensão emocional, baixas defesas do sistema imunitário, roupa apertada.

Para prevenção desta infeção:

– Limite a sua atividade sexual a um parceiro não infetado;

– Faça análises regulares para despiste desta e outras doenças sexualmente transmissíveis;

– Utilize sempre preservativo durante o ato sexual;

Para tratamento do herpes genital pode ser indicada pelo médico a toma e/ou aplicação de medicamentos antivirais. Para além disso, durante esses episódios, é aconselhável que tome banho com água fria, que utilize vestuário mais largo e confortável e que não tenha relações sexuais.

Se suspeita que tem herpes genital ou qualquer outra doença sexualmente transmissível, consulte o seu médico com a maior brevidade possível.