O essencial sobre higiene e cuidado oral
Conselhos simples e eficazes.

 

Até certo ponto, a mastigação retira a placa bacteriana localizada na superfície triturante do dente e permite a autolimpeza, contudo, este efeito de remoção da placa (biofilme) não é suficiente. O seu desenvolvimento pode ser prevenido e reduzido pelo indivíduo e o médico dentista:

Os métodos mecânicos para a eliminação da placa bacteriana têm sido considerados, desde sempre, a melhor maneira de controlar a progressão da cárie e doenças periodontais. Contudo, por diversos motivos, a rotina mecânica parece não ser suficiente e deve ser acompanhada dos métodos químicos.

Para prevenir cáries depois das técnicas de higiene é importante obter uma concentração deste mineral elevada durante o maior tempo possível, pelo que, a frequência da escovagem é mais importante que a sua qualidade.

Para prevenir as doenças periodontais (gengivite e periodontite), considerando que o objetivo é a máxima eliminação da placa dentária, a qualidade da técnica de escovagem é importante, ainda que, a sua frequência não necessite ser tão elevada. É igualmente fundamental a qualidade dos instrumentos utilizados para remoção da placa.

 

Revelador de placa bacteriana

A perceção do indivíduo sobre a realidade da sua escovagem difere de forma significativa.

Muitos indivíduos referem escovar os dentes com a frequência correta mas continuam com problemas nas gengivas devido à deficiente técnica de escovagem. Desta forma, aconselha-se avaliar a eficácia da escovagem realizada pelo indivíduo e, sempre que necessário, melhorar a técnica.

Neste contexto, recomenda-se o revelador de placa bacteriana, especialmente nos indivíduos portadores de ortodontia (devido a poderem ter maior acumulação de placa), idosos e doentes com doenças periodontais.

Para visualizar-se as zonas onde se acumula a placa bacteriana, a partir dos 6 anos de idade, pode aconselhar-se a utilização de um revelador composto por eritrosina 6% ou outro corante permitido (em soluto ou em comprimidos mastigáveis). Este tem a propriedade de corar de vermelho a placa e pode ser utilizado da seguinte forma:

1) colocar 1 a 2 gotas por baixo da língua ou mastigar um comprimido, tendo o cuidado de não o engolir;

2) passar a língua por todas as superfícies dentárias;

3) bochechar com água, uma a duas vezes.

 

A placa bacteriana corada é facilmente removida pela escovagem dos dentes e utilização do fio dentário.