Magnésio – mineral do bem-estar
De certeza que já todos pensámos, em algum momento da nossa vida: “Uma cãibra? Isto é falta de magnésio”, contudo, há muitos outros aspetos importantes a ter em conta, no que se refere ao papel deste mineral, uma vez que regula múltiplos processos metabólicos, influenciando o modo como funcionam os sistemas de todo o nosso organismo.

 

Essencial para a formação dos ossos, dentes e tecidos, o magnésio desempenha ainda um papel importante no normal funcionamento dos músculos (contração e relaxamento muscular) e do sistema nervoso, bem como na regulação dos níveis de açúcar no sangue. Para além disso, tem influência na regulação do batimento cardíaco, da pressão arterial, na síntese proteica e ácidos nucleicos (DNA e RNA), e no metabolismo lipídico (das gorduras), sendo igualmente necessário para a produção de energia e redução do cansaço e fadiga.

A fonte natural de magnésio são os alimentos, mas diversos fatores influenciam a forma como o aproveitamos, retemos e excretamos. As principais causas de diminuição de magnésio no organismo são:

  • Alimentação pobre em magnésio;
  • Água pobre em magnésio;
  • Cozedura dos alimentos (fonte de magnésio);
  • Elevado consumo de alimentos processados, gordura e açúcar (provocam um aumento da excreção de magnésio);
  • Álcool, cafeína, tabaco;
  • Consumo elevado ou deficiente de proteínas;
  • Stress e ansiedade;
  • Idade avançada;
  • Diarreias e alguns medicamentos como, por exemplo, diuréticos, alguns antibióticos, bifosfonatos, laxantes;

Quais os alimentos ricos em magnésio que podem fazer parte da sua alimentação?

  • Água mineral rica em magnésio;
  • Cereais integrais;
  • Leguminosas (ervilhas, feijão, favas, lentilhas);
  • Chocolate negro;
  • Legumes de folha verde escura;
  • Frutos, frutos secos e oleaginosas (figos, banana, abacate, tâmaras, noz do Brasil, amêndoas, nozes, avelãs, caju, sementes de abóbora);
  • Tofu;
  • Peixe e frutos do mar;

A carência de magnésio pode afetar o bem-estar geral do organismo, podendo originar sintomas como:

  • Perda de apetite;
  • Náuseas e vómitos;
  • Fadiga física e fraqueza;
  • Contrações musculares;
  • Cãibras;
  • Alterações de humor;
  • Falta de concentração e de memória;
  • Confusão mental e desorientação;
  • Insónias;
  • Perturbações do ritmo cardíaco.

Se sentir algum destes sintomas, consulte o seu médico. Atualmente existem diversos suplementos de magnésio disponíveis na Farmácia, mas antes de optar por esta solução deve aconselhar-se com o seu médico, de forma a certificar-se que apresenta realmente um défice de magnésio no organismo.

Sendo o magnésio interveniente em tantos fenómenos do corpo humano, é fácil perceber que este mineral tem inúmeros benefícios para a nossa saúde, podendo corrigir vários problemas da vida quotidiana.